• Sexta-feira, 01 de Julho de 2022
  1. Home
  2. Agronegócio
  3. Balanço 2021: Epagri comemora 30 anos com a retomada segura das atividades presenciais

Agronegócio

Balanço 2021: Epagri comemora 30 anos com a retomada segura das atividades presenciais

No ano de 2021 a Epagri completou 30 anos de fundação e não faltaram motivos para celebrar. “Entre outubro e dezembro realizamos uma série de atividades comemorativas pelo Estado, que tiveram a participação de cerca de 12 mil pessoas e reforçaram o nosso entendimento do quanto a sociedade rural, pesqueira e também urbana, admira, prestigia e reconhece nosso trabalho”, ressalta a presidente Edilene Steinwandter.

Também foi um ano de retomada gradual e segura das atividades presenciais que a Epagri desenvolve com agricultores, pescadores e maricultores. Em 2020, em virtude da necessidade de distanciamento social imposta pela pandemia da Covid-19, as atividades presenciais ficaram prejudicadas. “Neste ano, com muito cuidado e seguindo todas as regras sanitárias vigentes, nossos extensionistas retomaram as capacitações e outras atividades presenciais, que aconteceram paralelamente a eventos virtuais, que seguimos promovendo sempre que necessário”, descreve Edilene.

Extensão

O grande destaque da extensão em 2021 foi o elevado número de projetos de políticas públicas elaborados pelos extensionistas da Empresa. Foram cerca de 9.113 propostas apresentadas e 7,7 mil famílias agricultoras e pescadoras beneficiadas, num montante superior a R$ 462 milhões. Esse foi o maior volume de propostas apresentadas nos últimos cinco anos.

Em 2021, os 667 extensionistas da Epagri deram assistência a mais de 106 mil famílias rurais e pesqueiras catarinenses em atividades como visitas, oficinas, reuniões, cursos, encontros, palestras, entre outros. Também foram assistidas quase 4 mil instituições, como escolas, cooperativas, associações, sindicatos, colônias de pescadores. Ao todo, foram realizadas mais de 53.900 ações a campo. “Todos esses números representam o cumprimento das metas estabelecidas pela gestão da Epagri na área de extensão”, explica a presidente.

Pesquisa

Na pesquisa, 2021 foi mais um ano em que a Epagri bateu todas as metas firmadas. Foram desenvolvidas 25 tecnologias, superando a meta de 14 por ano. Em 2021 os pesquisadores da Epagri entregaram para a sociedade 10 cultivares e 15 outras tecnologias, como por exemplo softwares, aplicativos, mapeamentos, e metodologias de análise.

Durante o ano que se encerra, os 134 pesquisadores da Epagri realizaram 666 publicações científicas, uma média de 5 por profissional, acima da meta de 2,8 publicações por pesquisador. Também foram coordenados um total de 420 projetos, uma média de 3,2 por pesquisador, superando a meta estabelecida de 1,4 projeto coordenado por cada profissional da área.

Investimentos

Até 31 de dezembro a Epagri terá investido mais de R milhões distribuídos entre compra de equipamentos para laboratório e outros utensílios, equipamentos de informática, mobiliário, máquinas e equipamentos agrícolas, veículos, entre outros itens.

Economia

Até o final do ano a Epagri terá economizado mais de R$ 2 milhões, deixando de gastar com gratificações que foram extintas, encerramento de pontos telefônicos, economia com internet, economia com serviços de vigilância e limpeza, entre outros.

Estiagem

 

Os períodos de estiagem são comuns em Santa Catarina e atingem com mais intensidade as maiores regiões produtoras de alimentos do estado, como Oeste e Meio-Oeste. Atento a isso, o Governo do Estado sancionou em julho duas leis de apoio à resiliência hídrica que resultaram em R$ 300 milhões a serem aplicados até 2023 na construção de poços artesiano, cisternas, sistemas de captação de água da chuva e outros equipamentos e tecnologias capazes de preservar água e solo.

Coube à Epagri viabilizar em tempo recorde - até setembro - a elaboração de projetos para que os primeiros R$ 100 milhões fossem aplicados ainda em 2021, sob risco dos recursos retornarem aos cofres públicos. Para dar conta de tamanha demanda, a Epagri mobilizou seus técnicos e parceiros. Foram envolvidas prefeituras, as Federações dos agricultores familiares e produtores rurais, Ocesc e sistema cooperativo, defesas civis dos municípios, fóruns de secretários municipais de agricultura e outras organizações e lideranças municipais. “Em menos de 60 dias úteis todo o recurso destinado foi comprometido, com todos os projetos elaborados”, comemora Edilene.

Cigarrinha

O ataque da cigarrinha-do-milho, juntamente com a estiagem, é uma questão que vem afligindo as famílias agricultoras do Estado. Na safra 2020/21, Santa Catarina produziu 1,8 milhão de toneladas do cereal, quando a média estadual por safra é de 2,7 milhões de toneladas. A cigarrinha-do-milho é o inseto-vetor dos microrganismos causadores das doenças do complexo de enfezamentos, capazes de comprometer substancialmente as safras do grão.

Para tentar evitar nova quebra de safra, a Epagri, em parceria com outras instituições, lançou em 2021 o monitoramento da cigarrinha-do-milho. São boletins semanais, disponibilizados na forma de mapas, com informações sobre a incidência do inseto-vetor em 22 pontos monitorados em Santa Catarina, assim como sobre a infectividade de tais populações. Os mapas ficam disponíveis no site e nas redes sociais da Epagri, destinado aos produtores de milho e técnicos que atuam com a cultura.

Saldo positivo

“No cômputo geral, 2021 foi um ano de saldo extremamente positivo para a Epagri”, avalia a presidente. Ela acrescenta a satisfação de retomar as capacitações presenciais, principalmente de jovens e mulheres, e a conquista de mais três Indicações Geográficas para o Estado (vinhos de altitude de Santa Catarina, mel de melato de bracatinga e maçã Fuji de São Joaquim) como alguns dos momentos que marcaram o ano em que a Epagri completou três décadas de fundação.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Epagri

Portaria que oferece isenção de taxas para antigas ligações de água completou quatro meses Próximo

Portaria que oferece isenção de taxas para antigas ligações de água completou quatro meses

Verão mais seguro: Dive/SC divulga medidas de prevenção para doenças e agravos típicos da estação Anterior

Verão mais seguro: Dive/SC divulga medidas de prevenção para doenças e agravos típicos da estação

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.