• Domingo, 29 de Novembro de 2020
  1. Home
  2. Política
  3. Imprensa está tendo dificuldade para entrevistas majoritária

Política

Imprensa está tendo dificuldade para entrevistas majoritária

Imprensa televisiva e radiofônica da região continua tendo problemas para entrevistar candidatos a prefeito, e principalmente para realizar debates. A grande maioria está fugindo os holofotes, por conta da possibilidade dos famosos memes, decorrentes de escorregões na hora de soltar o verbo. Nunca é demais lembrar que as rádios da região têm funcionado, também, como televisões, na medida em que a absoluta maioria dos programas é transmitido via Facebook e outras redes sociais. Por conta disto, qualquer colocação mal feita por parte de um candidato pode virar um estardalhaço, diante de campanhas eleitorais cada vez mais afloradas. Quanto mais interiorano o município, maior a dificuldade em se conseguir quem queira falar publicamente.

 

Daniela Reinehr está pisando em ovos

Governadora interina Daniela Reinehr (S/P) completou 48 horas no exercício da função pisando em ovos. Não anunciou nenhuma medida austera, como é comum em casos de tomada de poder, tampouco disse a que veio. Na terça-feira se restringiu a conceder coletiva, falando meramente o óbvio, e ontem dedicou o dia a gravar uma mensagem aos servidores públicos, pela passagem do seu dia.

Daniela sabe que sua atuação terá que ser engessada, fique ela apenas seis meses no governo, ou mais dois anos e dois meses, até que se finde o atual mandato. Com mais de 70% dos votos dos catarinenses, governador Carlos Moisés da Silva (PSL) foi colocado de molho sem maiores problemas pela Assembleia Legislativa. Tudo na categoria. Imagine Daniela, cuja absoluta maioria dos catarinenses sequer sabia de sua existência até sua posse, em janeiro do ano passado.

A partir de agora quem vai dar as cartas no Governo do Estado são os deputados estaduais, que já devem ter cotizado sua influência na nova gestão. Para Daniela caberá o papel de Rainha da Inglaterra. Aparecerá muito, mas mandará quase nada. Se quiser colocar as asas de fora, já era. Vai para a casa também.

Ela, no entanto, parece bem mais inteligente que Carlos Moisés. Tão logo ficou sob a ameaça de impeachment, abriu franca conversa com a Assembleia, diferentemente do governador. Não o fizesse, teria sido pinçada do poder também. Acabou ganhando confiança do parlamento e agora desfruta da governadoria. Se continuar quieta, vai longe.

 

Kekinha sofre novo ataque de fake news

Candidato a prefeito de Balneário Gaivota, Kekinha dos Santos (PSDB), continua sendo objeto de uma série de fake news, por conta da campanha eleitoral deste ano. Basicamente, monta-se uma história e se faz um vídeo contando ela, como se fosse verdade. Nos vídeos, tem de tudo o que se possa imaginar, obviamente, tentando desqualificá-lo.Vale lembrar que o Judiciário já foi cientificado, e a polícia está investigando uma fake news específica, que denigre a imagem de Kekinha e de vários empresário da região, através de uma história para lá de fantasiosa. Neste caso específico, os envolvidos na fake news já foram identificados por especialistas em sistemas de informática contratados por um dos empresários citados na baixaria.

 

Tem candidato a vereador para todos os gostos

Com mais de mil postulantes disputados as Câmaras Municipais neste ano, em nossa região, tem aparecido candidato a vereador para tudo quanto é gosto. A diversificação fica ainda mais evidente por conta da facilidade de comunicação via redes sociais. Tem candidato, por exemplo, se fantasiando de personagens dos Mamonas Assassinas, cantando paródias da banda e pedindo votos. Tem candidato prometendo doar todo o salário da vereança, como também tem candidato dizendo que precisa se eleger para ter o que comer. Tem candidato sentando embaixo de uma árvore contando toda sua história de vida, mas esquecendo de dizer que é candidato, e muito menos se lembrando de pedir votos. Tem candidato que não faz questão nenhuma de dizer para qual candidato a prefeito está trabalhando, e tem candidato que parece que só está ali para pedir votos para seu candidato a prefeito. E assim caminha 2020.

  

PDT de Sombrio acredita que vá manter dois vereadores

Ex-vereador sombrinense Celso Rogério de Souza acredita que seu partido, o PDT, irá conseguir manter, através da eleição municipal deste ano, as duas cadeiras que tem atualmente na Câmara Municipal de Vereadores. Em 2016, o PDT não conseguiu alcançar legenda para eleger seus candidatos legislativos. Em 2019, no entanto, com o afastamento de seis vereadores da Câmara de Sombrio, por suposta fraude eleitoral, o partido acabou ficando com uma das vagas, através de João Roseno. Já no início deste ano, o vereador Cacai Amorim trocou o PSD pelo PDT, fazendo com que o partido de Leonel Brizola emplacasse duas vagas na Câmara. “Estamos disputando com dezessete candidatos. Deveremos fazer, com tranquilidade, dois mil votos. Um se elegerá pela legenda. Expectativa é que o segundo se eleja com a maior sobra, no comparativo com os demais partidos”, comenta Celso.

Em destaque! Próximo

Em destaque!

AMESC reforça nota técnica da DIVE Anterior

AMESC reforça nota técnica da DIVE

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.