• Segunda-feira, 16 de Maio de 2022
  1. Home
  2. Geral
  3. VÍDEO: Carroça com cavalo 'fura' pedágio e causa confusão na BR-101 em SC

Geral

VÍDEO: Carroça com cavalo 'fura' pedágio e causa confusão na BR-101 em SC

Flagra aconteceu neste domingo (31) em Laguna, no Sul do Estado.

Uma carroça puxada por um cavalo “furou” um pedágio na BR-101 em Laguna, no Sul catarinense, neste domingo (31). Imagens feitas pelo condutor do veículo viralizaram nas redes sociais. Segundo a assessoria da CCR Via Costeira, concessionária que administra o trecho da rodovia, é proibido o tráfego com tração animal na estrada.

No vídeo, é possível ver uma pessoa puxando a carroça e entrando em uma das cancelas do pedágio. O condutor para atrás de um carro e fica "aguardando a sua vez". 

Depois, quando a cancela abre para a passagem do veículo da frente, o condutor acelera o cavalo e "fura" o pedágio, chegando a bater na cancela, antes de sair do local. 

De acordo com a concessionária, o vídeo é real e aconteceu na tarde de domingo (31), porém, não há informações se alguma medida foi tomada. Isto porque é proibido o tráfego de veículos de tração animal na rodovia. 

Além disso, a CCR Costeira informou que, caso uma carroça passe por uma cabine de pedágio, a cancela é liberada e o condutor é orientado pelos funcionários a usarem o acostamento. 

Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que não foi acionada para atender nenhuma ocorrência semelhante à do vídeo e que só soube do caso nesta segunda-feira (1º) pelas redes sociais.

A polícia reforçou que os veículos de tração animal são orientados a transitar somente pelo acostamento. 

Fonte: NSC Total

Governo define projeto arquitetônico do PMI para o Complexo Turístico da Serra do Rio do Rastro Próximo

Governo define projeto arquitetônico do PMI para o Complexo Turístico da Serra do Rio do Rastro

Duas crianças são atacadas por pitbull solto na rua Anterior

Duas crianças são atacadas por pitbull solto na rua

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.