• Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Criar Empregos, gerar Renda: Como superar tais desafios em nossa cidade

Imprensa livre

Criar Empregos, gerar Renda: Como superar tais desafios em nossa cidade

Guilherme May
 
Outro dia, escrevi um artigo no qual chamava a atenção da sociedade araranguaense para o desafio que tem a cidade e a região em aproveitar a pool educacional trazido pelos cursos ofertados pela USFC e IFET, traduzidos na excelência da mão de obra que essas instituições colocarão no mercado de trabalho.

Na oportunidade, defendi a idéia da necessidade de um esforço conjunto envolvendo os poderes executivo e legislativo estadual e municipal e todas as forças produtivas, também nos dois níveis, além de professores, estudantes e trabalhadores na discussão e formulação de propostas que venham contribuir para a instalação de um novo pólo industrial na cidade capaz de absolver os conhecimentos decorrentes do processo da modernização educacional e cientifica que presenciamos.

Lancei a idéia de um fórum, espaço no qual, coletivamente, buscar-se-á que novas plantas industriais possam aqui vir se instalar mediante a criação de programas governamentais atrativos às indústrias de tecnologia e outras, com o objetivo de incrementar a implantação e a expansão das atividades industriais, nos moldes como ocorreu em Chapecó, muito bem analisado no livro “Industrialização e Educação”.

Na obra, o autor Elison Antonio Paim analisa a relação entre o processo de industrialização e urbanização de Chapecó e a escolarização da população chapecoense por meio da criação/ampliação de escolas e da universidade.  O que pretende aqui é debater, como feito lá, a forma como a educação foi vinculada ao vertiginoso crescimento industrial e urbano daquele município entre as décadas de 1970 e 1990 e propor alternativas condizentes com a nossa realidade.

Sei que não é uma tarefa simplista, nem poderia sê-la. Afinal pensar um marco de desenvolvimento econômico para a cidade e para região sul catarinense como um todo exige muito mais que um querer individual. Exige que todos os atores anteriormente citados engajem nesta vontade.

A geração de emprego e renda, a absorção da mão de obra local são os grandes desafios a serem superados e, para além da questão meramente econômica, envolvem relações familiares, sociais e culturais que perpassam gerações e são muitas vezes rompidas pela necessidade de ausentar-se imposta pela luta à sobrevivência.

“Se “quem sabe faz a hora”, está na hora de fazermos acontecer. Logo, fica o chamamento a todos e todas que venham discutir como poderá contribuir para, a partir da criação do fórum, encontrarmos os meios e os instrumentos capazes de apoiar técnica e financeiramente os setores econômicos com capacidade de promover novos empreendimentos industriais venham a se instalar em nossa cidade.

Compartilhar: uma tendência mundial Anterior

Compartilhar: uma tendência mundial

Dentes afastados ou mordida desigual? Pode ser maloclusão Próximo

Dentes afastados ou mordida desigual? Pode ser maloclusão

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.