• Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Há seis anos, AEC ressurgia no cenário esportivo, comemorando o título regional da 2ª Divisão

Imprensa livre

Há seis anos, AEC ressurgia no cenário esportivo, comemorando o título regional da 2ª Divisão

No futebol, 30 de novembro é uma data histórica no processo de reconstrução do Araranguá Esporte Clube. Nessa data, em 2014, o AEC superava Turvo por 2 A 0, gols de Leandro Lelê e Renan Maia, na decisão do Campeonato Regional da 2ª Divisão, promovido pela Liga Atlética da Região Mineira (LARM).

Na época, o AEC, do técnico Almir Gaúcho, foi campeão jogando com a seguinte formação: Odilon; Adriano Réus, Boquinha, Boca e Ranieri; Jean Sete (Assis), Leandro Lelê (Armando), Maicon (Téio) e Renan; Balotelli e André Motta (Michel).

Esse foi mais um capítulo escrito na história do Araranguá, que entre outros feitos, conquistou o título da Copa Santa Catarina em 1991, o Campeonato Estadual da 2ª Divisão em 1987 e ficou na terceira colocação do Catarinense de 2003, licenciando-se do futebol profissional em 1995.

Após retomar as competições em nível amador, o clube conquistou, em 2017, o título de campeão do Regional da LARM e sempre tem feito boas campanhas. O sonho de “dez entre dez” torcedores do “Mais Querido do Sul”, entretanto, é assistir o retorno do clube ao Campeonato Catarinense de Futebol Profissional, projeto que deve ser impulsionado quando a Administração Municipal enfim inaugurar à Arena Poliesportiva Professor Nilson Matos Pereira.

A obra iniciou em 1º de junho de 2016 e, pelo cronograma inicial, deveria ter ficado concluída até 30 de novembro de 2017, ou seja há exatamente três anos.

A expectativa, agora é que, a Arena Municipal possa ficar pronta o quanto antes, afinal de contas, os trabalhos evoluíram nos últimos tempos. A nova infraestrutura deve servir de base para recuperar o calendário e o prestígio do esporte local. Aliás, uma das propostas do Governo Municipal recentemente eleito é providenciar a reativação da Fundação Municipal de Esportes (FME), retomar o projeto das escolinhas de iniciação esportiva e desenvolver políticas públicas apoiando os atletas locais de alto desempenho, possibilitando que intensifiquem intercâmbio e representem Araranguá em outras regiões e estados.

Tiros em Criciúma assusta moradores Próximo

Tiros em Criciúma assusta moradores

Vereadora eleita Cleonice articula recursos para Turvo Anterior

Vereadora eleita Cleonice articula recursos para Turvo

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.