• Terça-feira, 17 de Maio de 2022
  1. Home
  2. Geral
  3. ‘Inferno’ argentino registra mais de 30ºC na madrugada e antecipa calor que está por chegar

Geral

‘Inferno’ argentino registra mais de 30ºC na madrugada e antecipa calor que está por chegar

Argentina contabilizou seu segundo dia mais quente em toda sua história, onde os termômetros não baixaram de 30ºC na madrugada; uma espécie de prenúncio do que está por chegar.

Começam a faltar termos para expressar tamanho calor. Não à toa, a Argentina registrou o segundo dia mais calor de toda sua história ao longo da terça-feira (11). A madrugada de quarta, como se não bastasse, trouxe cidades com temperaturas acima dos 30°C

É quase que um prenúncio do que está por vir: com uma previsão do tempo que indica a marca dos 40ºC em algumas cidades de Santa Catarina até o final da semana, “los hermanos” vem antecipando o que deverá entrar para a história como um dos dias mais quentes da existência brasileira.

Com oscilação entre altas temperaturas, chuva e tempo nublado, Santa Catarina terá uma quarta-feira (12) nos mesmos moldes do início da semana. O tempo seco deve prevalecer em boa parte do Estado, mas a amplitude térmica, caracterizada por mínimas e máximas muito diferentes, também vai marcar o dia.

Em geral, o sol aparece em grande parte de Santa Catarina, mantendo o tempo mais seco nas regiões do Oeste e Meio-Oeste. Deve haver ainda mais nuvens entre a Grande Florianópolis e o Norte, com pancadas de chuva isolada entre a tarde e noite, permanecendo durante todo o período no Litoral Norte.

As temperaturas vão oscilar em todo Estado, com destaque para a região do Planalto Sul, que deve amanhecer com 10°C de mínima, chegando à casa dos 30°C no decorrer das horas.

Madrugada escaldante

Eram quase 2h quando os termômetros, na Argentina, atuavam acima dos 30°C em boa parte das províncias do País.

Foi o segundo dia mais quente da história da cidade de Buenos Aires. Às 16h, a temperatura era de 40,9ºC. O valor superou o registro de 40,5ºC de 18/12/1995 e se tornou o primeiro acima de 40ºC na capital portenha em 27 anos. Assim, superou também o maior valor para janeiro da série 1961-2021 de 38,8ºC em 6/1/2012.

De acordo com o periódico Clarín, o caos tomou conta do País com um calor saárico e um problema de fornecimento de energia elétrica que deixou, pelo menos, 700 mil clientes sem luz.

O governo argentino, ainda de acordo com o tradicional jornal do País, está em campanha para que a população use a água “com consciência” pela soma do calor com a falta de energia e, por consequência, escassez no abastecimento em algumas regiões, sobretudo, as mais pobres.

Dez maiores temperaturas na Argentina

San Juan 44°C

La Rioja 42.4ºC

Santiago del Estero 42.1ºC

Chamical (La Rioja) 41.4ºC

Merlo (Buenos Aires) 41.2ºC

Punta Indio (Buenos Aires) 41.1ºC

Fonte: ndmais

Rodovias federais de SC tem o menor número de mortes em 26 anos Próximo

Rodovias federais de SC tem o menor número de mortes em 26 anos

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado em R$ 11 milhões Anterior

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado em R$ 11 milhões

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.