• Segunda-feira, 15 de Abril de 2024
  1. Home
  2. Geral
  3. Jurista comenta criação de lei que pune Fake News

Geral

Jurista comenta criação de lei que pune Fake News

Legislação prevê mais de dois anos de detenção para quem espalhar notícias falsas

Araranguá

A palavra Fake News significa: notícia falsa, termo esse que ficou muito conhecido nas eleições de 2018, já que inverdades foram compartilhadas durante o pleito. Mas, o que parecia ser apenas a divulgação de uma notícia falsa, agora é crime. O Presidente da República Jair Bolsonaro, sancionou nos últimos dias parte da lei 13.834, que pune aqueles que divulgarem notícias falsa.

O texto apresenta que quem for punido pode ser por meio de multa e prisão de até dois a oito anos de prisão, quem divulgar notícias falsas com finalidade eleitoral. “Houve todo um debate na Câmara dos Deputados e no Congresso no mês de junho e julho, sendo que um veto parcial deixou de fora o dispositivo que enfatiza como crime a disseminação de fake news nas eleições, o que foi derrubado pelo congresso”, explica o advogado criminalista que atua em Araranguá, Diego Campos Maciel.

O advogado ainda salienta que a legislação fecha o ciclo de divulgação de notícias falsas nas eleições. “Teoricamente, quem for compartilhar e divulgar informações falsas sobre candidatos terá que pensar duas vezes. A legislação segundo o Senado Federal prevê pena de prisão para quem promover denúncias caluniosas contra candidato, com o objetivo de influenciar o voto dos cidadãos”, pondera Diego Campos Maciel.

A lei está em vigor desde o dia 12 de novembro de 2019. 

Texto: Eduardo Souza

Vestir é Político: O que a sua roupa diz sobre você? Próximo

Vestir é Político: O que a sua roupa diz sobre você?

Avante declara apoio à pré-candidatura de Ricardo Ghelere do PSL Anterior

Avante declara apoio à pré-candidatura de Ricardo Ghelere do PSL

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.