• Sexta-feira, 10 de Julho de 2020
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Partido do governador terá candidato a prefeito em Criciúma

Imprensa livre

Partido do governador terá candidato a prefeito em Criciúma

Vereador Júlio Kaminski ganha apoio de grupo dissidente do MDB e PL

O anúncio feito pelo advogado Jeferson Monteiro, na tarde desta quinta-feira, é de apoio à pré-candidatura de Júlio Kaminski a prefeito em Criciúma. Monteiro ensaiou pré-candidatura a prefeito pelo MDB, mas preferiu sair depois de sentir a base. Depois colocou o pé no palco do PL, mas acabou preterido por uma manobra do senador Jorginho Melo, que optou por Júlia Zanatta. A novidade é que Monteiro está no PSL, mas não vai à disputa nas urnas, nem a vereador. Pretende coordenar a chapa de vereadores. O ensaio de Jeferson pode colocá-lo na vitrine de uma pré-candidatura a deputado em 2022. O arquiteto destes movimentos é Ricardo Beloli, ex-vice-presidente do MDB.

Faltou o PSL

O ato desta quinta-feira chamou atenção em vários aspectos. O principal é que não havia ninguém do PSL regional ou estadual. Os rumores de bastidores indicam que a coordenação de Rangel Loch está “na frigideira” e que as conversas estão sendo feitas por um interlocutor do deputado federal Fábio Schiochet.

Mais filiados

No anúncio feito por Jeferson Monteiro, além da sua filiação ao PSL ele confirmou que o médico e suplente de vereador Álisson Pires (PSDB) e o vereador Edson Paiol (PP) também estão ingressando na sigla do governador. Na mesa estava ainda o presidente da Câmara de Vereadores de Forquilhinha, Maciel Dassoler (MDB), cujo pé está na mesma barca de Monteiro, o PSL.

Medindo

Ainda ressentidos pela forma como foram preteridos no PL aliados de Jeferson Monteiro estavam curiosos em saber como tinha sido o ato de filiação de Júlia Zanatta em termos de representatividade. Em número de lideranças regionais a de Monteiro foi bem maior. O detalhe é que o peso da presença do senador Jorginho Mello ante a ausência de qualquer líder estadual do PSL pode decretar um “empate técnico”, quando se fala de representação.

DEM

Pré-candidato a prefeito Júlio Kaminski, agora pelo PSL, fez questão de chamar à frente, para uma foto, a presidente do DEM em Criciúma, professora Lisiane Tuon. “O DEM está conosco garantiu”. Isso ainda não é definitivo. Na noite desta quinta-feira o DEM ainda fez reunião com os pré-candidatos a vereador. Nesta lista tem metade do DEM e outra metade levada por Kaminski, que inicialmente anunciou filiação ao DEM. O Democratas ainda vai avaliar a extensão de um “sim” ou um “não” em aliança com outra sigla. 

Dia 5 de março

Os novos integrantes do PSL informaram que o governador Carlos Moisés estará em Criciúma no dia 5 de março, para um ato de filiações de lideranças do Sul do Estado. Neste dia deve ser anunciado o novo coordenador regional do PSL. Trata-se de um empresário historicamente ligado ao PP e que não é, nem tem têm a menor intenção de ser candidato.

Arquivo Público de Santa Catarina terá acervo digitalizado Próximo

Arquivo Público de Santa Catarina terá acervo digitalizado

Vereadores propõe lei para regulamentar depósito de carros apreendidos Anterior

Vereadores propõe lei para regulamentar depósito de carros apreendidos

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.