• Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Projeto prevê internet grátis para acesso a aplicativos de ensino

Imprensa livre

Projeto prevê internet grátis para acesso a aplicativos de ensino

Proposta apresentada por Dário Berger no Senado acata uma sugestão da deputada Ada de Luca

Prestadoras de acesso à internet podem ser autorizadas a não cobrar pelo consumo de dados relacionados ao uso de aplicativos de ensino a distância. Em troca, receberiam um desconto proporcional à contribuição obrigatória ao Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações. A proposta é do senador catarinense Dário Berger (MDB), por meio de projeto de lei no Senado, acatando sugestão da deputada Ada de Luca (MDB).

Em ofício ao senador e à bancada do MDB na Câmara dos Deputados, Ada propôs que os Correios fizessem a doação de chip de celular para estudantes em vulnerabilidade social. Dário ajustou a ideia para garantir maior celeridade na viabilização do incentivo.

A iniciativa de Ada surgiu a partir da notícia de que as aulas presenciais continuarão suspensas, pelo menos, até o dia 16 de junho. “Foram autorizadas as aulas virtuais. Mas, dos 540 mil estudantes da rede pública catarinense, 18% não têm acesso à internet”, afirmou a deputada, citando dados obtidos junto à Secretaria de Estado da Educação. “Precisamos equilibrar as condições para todos os alunos”, completou a parlamentar.

O projeto apresentado pelo senador Dário prevê que a gratuidade no uso dos aplicativos educacionais seja estendida durante um ano após as entidades de saúde decretarem o fim da pandemia. A matéria está em tramitação no Senado.

Câmara aprova MP que aumenta salário mínimo Próximo

Câmara aprova MP que aumenta salário mínimo

Sindma cobra atitude da Prefeitura municipal de Araranguá Anterior

Sindma cobra atitude da Prefeitura municipal de Araranguá

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.