• Sexta-feira, 01 de Julho de 2022
  1. Home
  2. Geral
  3. Rota de granizo e grandes tempestades: entenda o fenômeno que atinge SC durante o inverno

Geral

Rota de granizo e grandes tempestades: entenda o fenômeno que atinge SC durante o inverno

Meteorologista Piter Scheuer explica momento climático e explica previsões para os próximos dias; mais episódios de granizo devem ocorrer durante a estação.

Com o início do inverno na última terça-feira (21), várias cidades foram atingidas por temporais de granizo em Santa Catarina. Os municípios registraram estragos em residências e veículos, além de acúmulo das pedras. O fenômeno deve se repetir durante o inverno e foi explicado pelo meteorologista Piter Scheuer, com previsões para os próximos dias.

Segundo o meteorologista, as áreas de instabilidade são fortalecidas por um sistema de baixa pressão que tem o reforço de ar quente e úmido proveniente da Floresta Amazônica, que potencializa os núcleos de tempestades severas, principalmente na região Oeste catarinense.

A formação de nuvens celulares, que têm grande concentração de granizo, se propagam com grande facilidade. Algumas cidades na região Sul do Estado também podem ser mais atingidas pelo fenômeno.

O meteorologista ressalta que a região do Oeste como um todo é o segundo local em que mais ocorrem tempestades no Planeta. Conforme Scheuer, os municípios de Guatambu, Chapecó, Xaxim, Xanxerê, Guaraciaba, São Miguel do Oeste e adjacentes são berços de tempestades.

“Na terça-feira, início do inverno, foram registradas cerca de dez tempestades durante a madrugada, nessa região”, explica Scheuer.

Previsão para os próximos dias

A tendência é que se mantenham essas instabilidades do Oeste ao Sul do Estado, incluindo todo o Litoral e Planalto Sul, até sexta-feira (24), com pancadas de chuvas e trovoadas, com pequenos períodos de melhora, mas ainda com chances de mais granizo e grandes tempestades.

As temperaturas ficam entre 20°C e 23°C, no Litoral Norte, Planalto Norte, e Vale do Itajaí. Do Oeste ao Sul do Estado uma certa sensação de abafamento, indicando o deslocamento de uma frente fria , esfriando gradativamente durante o fim da tarde, até sábado (25).

No domingo (26), há chances de geada do Oeste até a Serra, sem frio rigoroso para toda Santa Catarina, mas que segundo o meteorologista “vale retirar casacos mais grossos do armário”. No restante do Estado permanecem as baixas temperaturas.

Chuva de granizo no Oeste de Santa Catarina – Foto: Divulgação/ND

Na região da Grande Florianópolis, as chances de tempestades são pequenas, com pancadas de chuva de sexta-feira (24) até domingo (26), e as temperaturas entre 14°C e 17°C no início das manhãs e 20°C à tarde.

“Por estar em uma rota de tempestades, o Estado pode sofrer com mais episódios de acúmulo de granizo e chuvas severas durante todo o inverno”, afirma Piter Scheuer.

Após temporais, prefeito de Chapecó decreta estado de emergência

A estimativa é de que 300 casas foram danificadas pelo granizo, em especial na área Sul de Chapecó, desde terça-feira (21). As informações foram divulgadas pelo coordenador da Defesa Civil de Chapecó, Luciano Huning.

O granizo deixou prejuízos pela região Oeste de Santa Catarina – Foto: Willian Ricardo/ND

Entre os locais afetados pelo granizo, estão a Linha Almeida, Linha Vailon, Distrito de Marechal Bormann, Distrito de Goio-Ên, Linha Capinzal e Linha Serrinha.

As aulas foram suspensas no Bormann na quarta-feira (22), conforme informado por Huning, pois a escola também foi atingida e passou por reparos durante o dia.

A Defesa Civil de Chapecó orienta para que a população evite subir em telhados, pois podem estar escorregadios. O município decretou estado de emergência na manhã desta quinta-feira (23).

Muitas famílias ficaram desabrigadas em função das fortes chuvas e do granizo provocado pelos temporais. O pedido é para doação de colchões, cobertores, roupas de cama, roupas em geral e calçados. As doações são direcionadas para o Distrito de Marechal Bormann, local com registros de maiores estragos.

Para quem tiver interesse em contribuir com doações, os pontos de coleta são o CRAS do Bormann (Centro de Referência da Assistência Social) e a Central de Doações, na rua Marechal Deodoro, localizado no Centro de Chapecó.

Para quem tiver dúvidas, o contato da Central de Doações é (49) 3319-1209 e o contato do CRAS do Bormann é (49) 2049-9108.

Fonte: ND Mais 

Com 9.877 pessoas com Covid-19, SC registrou 18% de casos de 2022 em uma semana Próximo

Com 9.877 pessoas com Covid-19, SC registrou 18% de casos de 2022 em uma semana

Justiça manda soltar ex-ministro da Educação Milton Ribeiro Anterior

Justiça manda soltar ex-ministro da Educação Milton Ribeiro

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.