• Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
  1. Home
  2. Geral
  3. Tarado no cemitério Cruz das Almas: homem importuna mulheres em plena luz do dia

Geral

Tarado no cemitério Cruz das Almas: homem importuna mulheres em plena luz do dia

Fato aconteceu na tarde desta segunda-feira, 28, em Araranguá

Dia 2 de novembro é o dia de finados e a data especial para os cristãos será celebrada neste fim de semana e isso quer dizer que cemitérios de todo o país ficam mais movimentados nos dias que antecedem o “dia das almas”. Em Araranguá a realidade não é muito diferente, na maior cidade da região da AMESC, os cemitérios ficam repletos de familiares que celebram a passagem de seus entes queridos. Mas, entre um acender de vela e uma boa limpeza na capela, duas mulheres foram vítimas de importunação sexual.

Na tarde desta segunda-feira, 28, duas mulheres foram surpreendidas por um homem que de masturbava ao lado delas no Cemitério Cruz das Almas (antigo), em Araranguá. O relato está exposto da rede social de uma das vítimas - não a identificaremos para preservar sua integridade -, confira:

“Hoje como de costume fui ao cemitério limpar as capelinhas dos entes queridos, pois sábado é dia dos finados. Eu estava junto com minha mãe limpando os vidros até que eu olho para a parede da capelinha ao lado e levo o maior susto, um homem se masturbando enquanto me olhava limpar, na hora não sabia o que fazer e minha mãe levou um choque ao ver, peguei ela pelos braços e saimos correndo atrás de socorro, até que encontrei um homem e uma mulher e pedi ajuda, mas infelizmente quando o homem chegou no local aquele monstro não estava mais lá. Ligamos para a polícia mais de nada adiantou, a gente nunca acha que as coisas acontecem com a gente, nao tinha motivos para aquilo estar acontecendo, as vezes da medo de ser mulher mesmo sem a gente ter culpa de nada, nós merecemos respeito”.



A vítima revelou a reportagem algumas das características da vítima. “Ele é alto, claro, cabelo ondulado e parecia ser novo. Foi o que consegui gravar”, relatou.

A mulher afirmou que acionou a Polícia Militar. “Chamamos a polícia e até a nossa saída que foi por volta das 16h, duas horas após o acontecido, nenhuma guarnição foi até o cemitério”, relata.

*A nossa reportagem procurou a Polícia Militar e está aguardando uma posição sobre o fato. *

Superação: Conheça e se inspire com a história de Cris Abadie Próximo

Superação: Conheça e se inspire com a história de Cris Abadie

Saúde do Arroio promoverá Tarde Rosa e Azul Anterior

Saúde do Arroio promoverá Tarde Rosa e Azul

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.