• Segunda-feira, 04 de Julho de 2022
  1. Home
  2. Geral
  3. Unesc retoma suas atividades em horário especial

Geral

Unesc retoma suas atividades em horário especial

Universidade está com atendimento diferenciado no período de Janeiro

A Unesc retomou o atendimento ao público nesta semana. A partir do retorno as atividades ocorrem em horário especial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h. O atendimento voltará a ocorrer nos três períodos a partir de 08 fevereiro de 2022.

Para os calouros e veteranos que necessitarem dos serviços dos setores Comercial e da Central de Atenção ao Estudante (Centac), o atendimento é das 9h às 19h presencialmente ou pelos canais virtuais, por meio do Whatsapp (48) 99644-1887 e pelo 3431-2545.

O Colégio Unesc também segue o atendimento das 13 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.

Nas Clínicas Integradas, a Central de Agendamentos, os serviços de saúde e o Centro Especializado em Reabilitação (CER) também retomaram os trabalhos. A partir desta segunda-feira o atendimento nos setores se dará da seguinte forma de segunda a sexta-feira:

CER (Centro Especializado em Reabilitação): das 8 às 19 horas.

Farmácia Escola das 8 às 17 horas.

Nuprevips (Núcleo de Prevenção às Violências e Promoção da Saúde) das 8 às 17 horas

PAMGC (Programa de Automonitoramento Glicêmico Capilar da Unesc): das 8 às 17h.

Ambulatório de Feridas conveniado com a Prefeitura de Criciúma: das 8h às 17h

Ambulatório de Fibromialgia: das 8h às 19h.

SOS Unesc: das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Iparque (Parque Científico e Tecnológico): horário normal, das 8 às 12 horas e das 13h às 17h.

Biblioteca Professor Eurico Back: das 13h30 às 19h30.

A Farmácia Solidária retornará no dia 09 de fevereiro.


Fonte: Assessoria de Imprensa Unesc

Atendimento em hospital de SC é interrompido por falta de pagamento a profissionais Próximo

Atendimento em hospital de SC é interrompido por falta de pagamento a profissionais

Efeitos do veto de Bolsonaro ao refis começam a ser corrigidos, mas ainda não resolvem problema Anterior

Efeitos do veto de Bolsonaro ao refis começam a ser corrigidos, mas ainda não resolvem problema

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.