• Sábado, 20 de Julho de 2024
  1. Home
  2. Política
  3. As lições das enchentes no Rio Grande do Sul

Política

As lições das enchentes no Rio Grande do Sul

Já diziam os antigos que até dos males se tiram lições.
 
É o caso das enchentes vivenciadas em grande parte do Rio Grande do Sul nos últimos dias.
 
 
A rede de solidariedade formada não só no Brasil, mas em todo o mundo Ocidental, mostrou de forma bastante clara que é possível, sim, termos um mundo melhor, mais igualitário, sem tantas diferenças sociais.
 
Em questão de horas milhares de pessoas já haviam se irmanado no projeto de atendimento às vítimas das enchentes, se dedicando diuturnamente para que seus sofrimentos fossem amainados.
 
Um senhor, a procura de sua família, foi entrevistado por uma rádio de Porto Alegre na rodoviária provisória montada pelo município. Ele disse que precisava de R$ 52,00 para pegar um ônibus, para ir ao encontro de sua esposa e filhos.
 
Em questão de minutos o pix que ele passou no ar recebeu R$ 16 mil em doações. Valor suficiente não só para comprar a passagem, mas para comprar um carro para ele seguir viagem, se quisesse.
 
Empresas de todo Brasil também se irmanaram em uma corrente de solidariedade sem precedentes. Várias indústrias de bebidas deixaram de enlatar cerveja para enlatar água mineral, destinada aos atingidos.
 
 
Outras tantas doaram milhares de quilos de alimentos, milhares de peças de vestuário, milhares de pares de calçados, isto sem falar na doação pontual do cidadão comum, que muitas vezes só tinha um quilo de arroz para dar, mas, mesmo assim, o fez.
 
Em Sombrio, um pescador doou três peixes. Era o que ele tinha e podia.
 
 
Outra senhora disse que não podia doar nada, pois mal tinha para ela própria, mas deixou a disposição um quarto de sua casa para quem quisesse se abrigar.
 
A estes, se somam milhares, talvez milhões de outros exemplos, que nos fazem refletir sobre nosso papel na sociedade, e sobre nossa própria existência.
 
Afinal de contas, será que o Brasil precisa, e merece, ser tão desigual como é? Será que o que está faltando não seja nossa mudança de pensamento em relação ao outro.
 
Parece bastante claro que o que necessitamos mesmo é de uma mudança de paradigmas diante de nós próprios, para que possamos diminuir as arestas sociais existem em nosso país, pois riqueza e solidariedade não nos faltam.
 
 Por outro lado, parece que o que nos falta muito são estratégias e ações para que promovamos a reorganização social de que tanto precisamos.  
   
Finais
 
Mesmo com a decisão do vereador Valdir Vassoler Milanez, o Zebra, de abrir mão da possibilidade de concorrer a Prefeitura Municipal de Turvo, o ex-prefeito Heriberto Afonso Schimidt, que agora figura como único nome do MDB para disputar o Executivo Municipal, prefere não se manifestar sobre o processo de escolha de seu partido.
 
De acordo com Heriberto, o MDB tem até o dia 5 de agosto para escolher seus candidatos, e, até lá, qualquer manifestação pode ser prematura.
 
De acordo com o ex-prefeito, o MDB de Turvo conta com 800 filiados, e caberá a estes a escolha dos candidatos às eleições municipais deste ano.
 
“Até lá, todos os filiados podem ser pré-candidatos”, comenta Heriberto, em um tom para lá de cauteloso.

PSDB de Sombrio deverá mesmo insistir na tese de candidatura própria do partido ao Executivo Municipal.

O fato é que a sigla não consegue chegar a um consenso, quando o assunto é apoiar a candidatura situacionista da prefeita Gislaine Dias da Cunha (MDB), ou a oposicionista, do vereador Peri Soares (PP).

Aliado a estes fatos, o suplente de vereador Natanael Corvelo dá cada vez mais sinais de que pretende disputar a Prefeitura Municipal, apostando na possibilidade de que o eleitor sombriense queira renovar suas lideranças políticas.

Os pré-candidatos a vereador do PSDB também torcem por uma candidatura própria.

Com uma maior visibilidade do partido nas eleições sombrienses, a possibilidade de eleição de vereadores pelo partido passa a ser maior.

Veículo em alta velocidade é parado e policiais descobrem que condutor Possuía mandado de prisão em aberto por não pagar pensão alimentícia Próximo

Veículo em alta velocidade é parado e policiais descobrem que condutor Possuía mandado de prisão em aberto por não pagar pensão alimentícia

Foragido do RS é preso no bairro Guarita em Sombrio Anterior

Foragido do RS é preso no bairro Guarita em Sombrio

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.