• Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022
  1. Home
  2. Política
  3. Candidatos terão R$ 5,7 bilhões paga gastar neste ano

Política

Candidatos terão R$ 5,7 bilhões paga gastar neste ano

Nada menos do que R$ 5,7 bilhões do dinheiro público irão financiar as campanhas eleitorais deste ano, via fundo eleitoral. Deste total, 2% será dividido igualitariamente entre os partidos existentes no país. Outros 35% são divididos de acordo com o número de votos válidos recebidos pelos partidos na eleição de 2018. Para receber esta fatia do bolo, o partido precisa ter pelo menos um deputado federal. Dando sequência, 48% serão divididos proporcionalmente de acordo com o número de deputados federais eleitos em 2018. Por fim, os 15% restantes serão divididos entre os partidos, de acordo com o número de senadores eleitos por eles em 2018

PSDB, Cidadania e PL são os últimos grandes a se definir

Federação partidária composta por PSDB e Cidadania realiza hoje convenção para definir o rumo desta unidade no pleito eleitoral deste ano. Na última segunda-feira o PSDB já realizou sua convenção, sem fim deliberativo, ocasião em que referendou nomes de candidatos a deputado estadual e federal e deixou encaminhada a intenção de uma aliança com o Progressistas, do senador Esperidião Amin. Esta intenção, no entanto, também precisa do aval do Cidadania, cuja líder maior, a deputada federal Carmem Zanotto, é simpática.

Por ora, o nome do PSDB para a composição majoritária com o Progressistas é o do ex-governador Leonel Pavan. A dobradinha Amin-Pavan contaria com o reforço da candidatura ao Senado Federal de Kennedy Nunes, que é o presidente estadual do PTB. Tudo, no entanto, está no plano da idealização, pois há uma série de outros interesses envolvidos nesta possível aliança. Um destes interesses está ligado ao desejo do ex-senador Paulo Bauer (PSDB) de disputar o Senado Federal, o que, se viabilizado pela federação composta por PSDB e o Cidadania, pode afastar o PTB da aliança.

Há de se ressaltar também que prefeitos, vices, e muitos vereadores do PSDB ainda não desistiram de levar o partido para junto do governador Carlos Moisés da Silva (Rep). Durante a convenção de segunda-feira, no entanto, esta possibilidade foi duramente criticada por líderes estaduais dos tucanos, pois foi oferecido ao partido apenas a primeira suplência de candidato ao Senado, em uma possível aliança majoritária com o governador.

Outra questão a ser resolvida, com vistas a composição majoritária deste ano, diz respeito a quem comporá como vice do senador Jorginho Mello (PL). Pré-candidato a governador, Jorginho terá seu nome homologado amanhã durante convenção estadual de seu partido. Tudo indica que o nome para a dobradinha virá do Vale do Itajaí, ou da região Norte do Estado.

Equacionadas estas situações que envolvem PSDB, Cidadania e PL, o cenário eleitoral em Santa Catarina estará com seus aspectos mais relevantes totalmente definido.

Esquerda terá quatro candidatos ao Governo do SC

Esquerda catarinense sofreu mais uma fissura. O PCO, Partido da Causa Operária, irá lançar Leandro Brugnago como candidato ao Governo do Estado, tendo Jair Fernandes Ramos como seu candidato a vice. Além do PCO, a esquerda catarinense também terá como candidatos ao governo: Décio Lima (PT), Jorge Boeira (PDT) e Alex Alano (PSTU). Por enquanto, já são nove os candidatos ao governo catarinense neste ano. Vários outros partidos de menor calão marcaram suas convenções para amanhã, e delas poderá derivar alguma outra candidatura ao governo ou ao Senado Federal. O PCO e o PSTU são partidos de extrema esquerda, derivados do PT, por não concordarem com as alianças que a legenda fez em eleições passadas.

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 6 milhões nesta quinta-feira Próximo

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 6 milhões nesta quinta-feira

Em SC, propaganda eleitoral na TV deve ter acessibilidade por meio de Libras e audiodescrição Anterior

Em SC, propaganda eleitoral na TV deve ter acessibilidade por meio de Libras e audiodescrição

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.