• Sábado, 04 de Dezembro de 2021
  1. Home
  2. Política
  3. César Cesa se mantém diplomático em relação a 2022

Política

César Cesa se mantém diplomático em relação a 2022

Cúpula da gestão municipal de Araranguá tem convergido para as pré-candidaturas de Tiago Zilli (MDB), Volnei Weber (MDB) e Júlio Garcia (PSD), a estadual, e de Luiz Fernando Vampiro (MDB) e Ricardo Guidi (PSD) a federal. Confirmada a candidatura de Marco Antônio Mota, o Motinha, a estadual, pelo Republicanos, muita gente também deverá apoiá-lo. Diplomático, prefeito César Cesa (MDB) se mantém comedido diante de tantos nomes. Ressalta que todos têm muito a contribuir com o município, mas prefere não explicitar seu apoio pessoal, pelo menos por enquanto.

Boa parte dos prefeitos quer estar com Moisés

Boa parte dos prefeitos de nossa região quer a permanência do governador Carlos Moisés da Silva no poder. Em princípio, todos do Progressistas, e praticamente todos do MDB, convergem para esta tese, além do prefeito de Balneário Arroio do Silva, Evandro Scaini, que atualmente está sem partido.

As exceções são pontuais. O prefeito de Meleiro, Eder Mattos, por exemplo, está fechado com o senador Jorginho Mello, já que ambos são filiados ao PL. Já os prefeitos de Balneário Gaivota, Kekinha dos Santos, e de Santa Rosa do Sul, Almides da Rosa, que são filiados ao PSDB, têm mantido uma posição discreta em relação às eleições majoritárias do ano que vem. É que há a possibilidade de que o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB), ou que a deputada federal Geovânia de Sá (PSDB), dispute o governo estadual. Afora este contexto, há aquelas situações que extrapolam a questão partidária, como é o caso da prefeita de Sombrio, Gislaine Cunha, que é filiada ao MDB, mas que mantém uma amizade pessoal com o senador Jorginho Mello há vários anos. Saber qual seu posicionamento diante do pleito do ano que vem, no que diz respeito à disputa pelo governo, ainda é uma incógnita. De um modo geral, no entanto, o que se vê são os prefeitos do MDB torcendo para que o partido se irmane ao projeto de reeleição de Carlos Moisés, assim como os prefeitos do Progressistas.

É claro que isto não está se dando à toa. O governador já anunciou R$ 300 milhões em obras para nossa região, e deverá anunciar mais R$ 100 milhões em breve. A simpatia por Moisés não é ideológica, tampouco fraternal. Ela é pragmática, seguindo a tendência natural do curso da administração pública nos últimos tempos.

Este apoio ao governador, no entanto, é muito frágil, pois ele depende de muitas situações paralelas, a exemplo de candidaturas próprias ao governo que poderão ser bancadas pelo MDB e pelo Progressistas ano que vem, através de seus caciques. O fato é que o jogo está aberto, e aberto de tal modo, que Carlos Moisés tanto pode ganhar no primeiro turno, dependendo de seu poder de aglutinação, como também poderá sequer chegar ao segundo turno, caso não aprenda a fazer política em breve.

Boa parte do PSDB de Araranguá irá para o Republicanos

Grupo expressivo de lideranças do PSDB de Araranguá deverá deixar o partido e migrar para o Republicanos. Intenção inicial é a de reforçar a pré-candidatura do ex-vereador Marco Antônio Mota, o Motinha, à Assembleia Legislativa. Dentre os que deixarão o ninho tucano está o advogado André Teobaldo Alves, que já presidiu o PSDB araranguaense e foi um dos homens de confiança do ex-prefeito Primo Menegalli, que administrou Araranguá durante dois mandatos pelo partido. No que diz respeito o projeto encabeçado por Motinha, seu grupo político acredita que conseguirá assegurar uma cadeira na Assembleia Legislativa com 18 mil votos, cerca da metade da votação que seria necessária por um partido tradicional, como MDB, PSDB, PSD ou Progressistas.

Buraqueira na José Tiscoski é prenúncio de fatalidade

Trecho da rodovia José Tiscoski, entre o centro de Sombrio e a divisa com Balneário Gaivota, está parecendo uma cratera lunar. Governo do Estado, que é responsável por este trajeto da rodovia, não tem chamado para si a responsabilidade de conservá-lo. Com a proximidade da alta temporada, não precisa ser nenhum gênio para prever que em breve um acidente de grandes proporções acabará acontecendo, já que é comum os veículos transitarem em zigue-zague, por este trecho específico, para escapar da buracada. Depois que morrerem uns três numa colisão, no outro dia começa a operação tapa buraco.

Arthur Virgílio estava ‘boiando’ na convenção do PSDB

Tucanos do Sul do Estado que acompanharam de perto tentativa de convenção do PSDB, no domingo, em Brasília, disseram que não sabem o porquê do ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, ter se colocado como pré-candidato à presidência da República pelo partido. Figura inexpressiva, Arthur Virgílio parecia apenas estar cumprindo tabela durante a convenção, que acabou não sendo finalizada por conta de problemas no sistema de votação via aplicativo. Não faltaram aqueles que apostam que a candidatura de Virgílio foi mantida meramente para que seus correligionários não migrassem para o projeto do governador gaúcho Eduardo Leite, que disputa com o governador de São Paulo, João Dória Júnior, a primazia de ser candidato a presidência do Brasil.

Via Rápida: obras de iluminação devem iniciar em fevereiro de 2022 Próximo

Via Rápida: obras de iluminação devem iniciar em fevereiro de 2022

30% das mulheres dizem que já foram ameaçadas de morte por parceiro ou ex; 1 em cada 6 sofreu tentativa de feminicídio, diz pesquisa Anterior

30% das mulheres dizem que já foram ameaçadas de morte por parceiro ou ex; 1 em cada 6 sofreu tentativa de feminicídio, diz pesquisa

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.