• Sexta-feira, 23 de Abril de 2021
  1. Home
  2. Política
  3. Chocolate Amargo

Política

Chocolate Amargo

A governadora interina Daniela Reinehr (sem partido) revogou, conforme o Diário Oficial Eletrônico do Estado (DOESC), os atos de nomeação para cargos comissionados no Governo de Santa Catarina.

Coincidência ou não, estes 64 atos de exoneração foram assinados um dia antes do governador afastado, Carlos Moisés (PSL), deixar o cargo. Ele responde por crime de responsabilidade pela compra de 200 respiradores no valor R$ 33 milhões, sem licitação.
O afastamento é de 120 dias – prazo previsto para durar o julgamento do afastamento definitivo. – que pode ocorrer ou não, ao final do processo. Caso o impeachment seja aprovado, a vice-governadora eleita assumiria o comando do estado até o fim do mandato, em 2022.

Muitos dos nomes chegaram a comemorar a conquista de postos comissionados junto ao Governo Catarinense, mas tiveram que amargar o dissabor da exoneração foram selecionados pelo famoso QI (Quem Indica). Este contraste de sensações - expondo os estremos alegria e frustração – causou reversão de expectativa para aqueles que sonhavam em ser contratados.

Nos bastidores consta que os propensos “padrinhos políticos” seriam alguns deputados estaduais que participaram ativamente do processo de impeachment do governador. Ou seja - confirmando essa articulação - estes parlamentares estariam literalmente concedendo benesses com o chapéu dos outros, nesse caso específico, do povo catarinense.

Auxílio emergencial: Consulta sobre pode ser feita a partir de hoje Próximo

Auxílio emergencial: Consulta sobre pode ser feita a partir de hoje

CBMSC tem mais uma dupla formada por bombeiro e cão certificada Anterior

CBMSC tem mais uma dupla formada por bombeiro e cão certificada

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.