• Domingo, 20 de Junho de 2021
  1. Home
  2. Política
  3. Fernando do Tide comemora lei que proíbe queima de fogos de artifício com barulho

Política

Fernando do Tide comemora lei que proíbe queima de fogos de artifício com barulho

Balneário Gaivota

Nessa segunda-feira, 24 de maio, data dedicada à Nossa Senhora Auxiliadora, santa que denomina à nova Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora de Balneário Gaivota, criada em 2020 e que congrega 11 comunidades católicas, não houve sessão na Câmara de Balneário Gaivota, no entanto, o presidente da Casa, vereador Fernando Gonçalves Batista, Fernando do Tide (PSL) tem momentos de sobra para ficar radiante e comemorar. 

Ele é autor do projeto de lei  que proíbe, no território municipal, o comércio, manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos de artifícios com estampidos, assim como bombas, bombinhas e rojões com efeitos sonoros ruidoso em Balneário Gaivota.

O projeto de autoria do vereador tornou-se lei, recebendo a sanção do prefeito Everaldo dos Santos, Kekinha (PSDB) publicação, na quarta-feira, dia 26, no Diário Oficial de Balneário Gaivota.

Com a nova legislação, somente estão liberados na cidade a queima de fogos de artifício com efeitos visuais sem estampido, assim como os similares que acarretam barulho de baixa intensidade. “O objetivo da lei não é acabar com espetáculos que utilizam fogos de artifício em Balneário Gaivota e sim com os artefatos que causam barulho. Estes impactos prejudicavam principalmente, o meio ambiente, a saúde auditiva de seres humanos - idosos, doentes, bebês, pessoas especiais, entre outras - além de animais como aves, cães e gatos, que possuem audição muito mais sensível a barulhos e ruídos”, destaca Fernando do Tide.

Ele também destacou que a medida atende um antigo clamor popular.

Audiência pública para debater situação da comunidade de Barra Velha será realizada nesta quinta-feira Próximo

Audiência pública para debater situação da comunidade de Barra Velha será realizada nesta quinta-feira

Ex-prefeito que nomeou esposa, irmã e genro é condenado pela prática de improbidade Anterior

Ex-prefeito que nomeou esposa, irmã e genro é condenado pela prática de improbidade

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.