• Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022
  1. Home
  2. Política
  3. Motinha fará dobradinha com Lucas Esmeraldino

Política

Motinha fará dobradinha com Lucas Esmeraldino

Pré-candidato a deputado estadual pelo Republicanos de Araranguá, ex-vereador Marco Antônio Mota, o Motinha, irá fazer dobradinha com o pré-candidato a deputado federal Lucas Esmeraldino (Rep) em nossa região. Lucas disputou o Senado em 2018, deixando de se eleger por conta de 18 mil votos, dentre mais de um milhão de eleitores. Braço direito do governador Carlos Moisés da Silva (Rep), ele é uma das principais figuras a atual gestão estadual, e deverá fazer dobradinha com outros 11 candidatos à Assembleia. Para Motinha, em princípio, a dobradinha tende a ser bastante exitosa, já que a campanha de Lucas Esmeraldino deverá ser bastante volumosa no que diz respeito a mídia, com farto material publicitário, o que deverá beneficiar muito os seus parceiros que disputarão a Assembleia.

PSB e PDT se articulam para derrubar Décio Lima

Presidentes dos oito partidos de esquerda do Estado, que estão irmanados na Frente Democrática, objetivando o lançamento de uma chapa majoritária única ao governo, acabaram não se reunindo ontem à noite, conforme estava previsto. A intenção era sacramentar os nomes que disputarão a governadoria, a vice governadoria e o Senado Federal pelo grupo. Pelo menos esta é a tese, mas nas últimas semanas a antítese parece bem maior que a força motriz que almeja a consolidação da esquerda catarinense em torno de um projeto único.

Em que pese a intenção de se promover um amplo debate dentro da Frente para saber quais nomes irão representar o grupo dentro das três vagas majoritárias, desde o início ficou bem claro que Décio Lima (PT) não iria abrir mão da condição de candidato ao Governo do Estado. Amigo pessoal de Lula da Silva (PT), Décio fez questão de colar na figura do ex-presidente para se credenciar como postulante a governador em Santa Catarina. Neste sentido, chegou até mesmo a fazer uma dobradinha midiática com Gelso Merísio, do Solidariedade, na condição de seu vice. O mesmo Merísio que em 2018 se abraçou a candidatura nacional de Jair Bolsonaro (PL) para tentar vencer a disputa pelo governo catarinense.

O contexto desta situação acabou fazendo com que o PSB de Dário Berger se afastasse gradativamente da Frente Democrática, propondo uma candidatura autoral pelo partido. No meio da empreitada, Dário conquistou a simpatia de boa parte dos líderes estaduais do PDT, que querem apoiar abertamente a candidatura de Ciro Gomes (PDT) à Presidência da República, e não meramente servir de arrimo para a candidata de Lula. Este conjunto de fatores acabou fazendo com que os presidentes do PSB e do PDT não comparecessem ao encontro da Frente Democrática ontem, obrigando um reagendamento para hoje à noite.

Nos bastidores também circula uma carta assinada por vários líderes do PDT, que afirmam categoricamente não aceitar Décio Lima (PT) como candidato do grupo. Em princípio, os brizolistas defendem uma candidatura de Jorge Boeira (PDT) ao governo, ou uma dobradinha Berger/Boeira, desde que haja ampla liberdade para se fazer campanha para Ciro Gomes neste cenário.

A coalisão dentro da Frente Democrática está parecendo uma missão quase impossível. São muitos os interesses para poucos espaços, o que leva a crer que a ruptura será iminente. Décio, por exemplo, acredita numa onda Lula que possa ter reflexos em Santa Catarina, o beneficiando francamente. Dário aposta que sem um candidato próprio ao governo, o MDB acabará o escolhendo como nome natural para honrar o partido. O PDT vê a possibilidade de ficar entre os grandes do Estado tendo uma candidatura própria ao governo. Afora estas, há ainda mais uma dúzia de outras pretensões.

Coordenação do PL diz que Jorginho não cederá cabeça de chapa

Coordenador regional do PL, André Fernandes, diz que especulações dando conta que seu partido poderá compor como vice do Progressistas não tem fundo de razão. De acordo com ele, senador Jorginho Mello (PL) irá disputar o governo estadual, com ou sem coligação, “honrando o compromisso de ser o candidato oficial do presidente Jair Bolsonaro em Santa Catarina”. Conforme André, “o 22 estará na tela da televisão e nos santinhos Bolsonaro presidente, Jorginho governador”. Em nível regional, o partido tem se organizado em torno da candidatura da advogada araranguaense Andressa Ribeiro à Assembleia Legislativa. Em princípio, ela deverá fazer dobradinha com a advogada criciumense Júlia Zanatta, que disputar a Câmara Federal, como também com o já deputado federal Daniel Freitas.

Nove apostas de SC ganham bolada na Mega-Sena; veja de onde são os sortudos Próximo

Nove apostas de SC ganham bolada na Mega-Sena; veja de onde são os sortudos

Jacinto Machado: Pai de prefeito do município falece aos 86 anos Anterior

Jacinto Machado: Pai de prefeito do município falece aos 86 anos

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.