• Terça-feira, 27 de Julho de 2021
  1. Home
  2. Política
  3. Vereador sombriense Peri chama de “sem futuro” projeto de lei Liberdade Feminina; confira vídeo

Política

Vereador sombriense Peri chama de “sem futuro” projeto de lei Liberdade Feminina; confira vídeo

“Ética é tudo aquilo que você faz quando todo mundo está olhando. O que você faz quando ninguém está olhando, chama-se caráter”.

Esta frase poderia estar em qualquer postagem de rede social, como legenda de uma foto postada. É conhecida na internet e numa rápida pesquisa é possível encontrar vários supostos autores.

Em Sombrio, poderia ser aplicada a um ato de machismo, cometido por um vereador de oposição a gestão municipal de Sombrio. José Eraldo Soares, o Peri. Durante discussão com microfones desligados para saber se votariam dois projetos em bloco ou de forma individual, Peri esqueceu seu microfone ligado e disparou: “Projeto sem futuro. 2,90 um absorvente. Põe na cesta básica, mas não cria lei.”

Ele se referia ao projeto de Lei encaminhado pela Prefeita Gislaine Cunha, para que a partir de sua homologação, escolas e postos de saúde sejam obrigados a ofertar absorventes femininos gratuitos para mulheres e adolescentes em vulnerabilidade social.

De acordo com a prefeita, o projeto visa dar dignidade e tratar de um assunto corriqueiro para as mulheres, mas que para o grande público ainda é um tabu. Gislaine, em materiais divulgados pela Prefeitura e em entrevistas tem dito que “muitas meninas perdem semanas de aula durante um ano, perdem encontros sociais, oportunidades de trabalho, por não terem condições de adquirir esse item importante de higiene e saúde.”

O projeto, votado com microfones ligados e de forma pública, foi aprovado por unanimidade. Sem nenhuma menção contrária e agora vai para sanção da prefeita. As escolas municipais estão em recesso, mas na volta já devem ofertar absorventes nos banheiros femininos. A Secretaria de assistência Social já distribui em cestas básicas e em cestas de produtos da agricultura familiar, entregues mensalmente para 400 famílias carentes. Já a Secretaria de saúde ofertará nas unidades o produto, mesmo que para alguns, seja ainda um projeto “sem futuro”, Sombrio sai na frente e mostra que pensar nos detalhes e na dignidade feminina é uma ação social, econômica e de saúde, física e mental.

Fonte: Potyra Pereira

Saer/Sarasul fez transferência paciente grave nesta tarde Próximo

Saer/Sarasul fez transferência paciente grave nesta tarde

SC nega bancários como grupo prioritário para vacina da Covid Anterior

SC nega bancários como grupo prioritário para vacina da Covid

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.