• Domingo, 31 de Maio de 2020
  1. Home
  2. Saúde e estética
  3. Dez novos leitos de UTI devem ser instalados

Saúde e estética

Dez novos leitos de UTI devem ser instalados

Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense recebeu a informação de que serão adquiridos equipamentos para mais 10 leitos

Após a Diretoria Executiva da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC) encaminhar ofícios ao governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, e ao secretário estadual de Saúde, Helton de Souza Zeferino, para solicitar a implantação de leitos de UTI no Hospital Regional de Araranguá, veio a resposta que 10 leitos estão garantidos e que haverá busca para aquisição de equipamentos para que outros 10 também sejam instalados.

Segundo o presidente da AMESC, prefeito de Balneário Gaivota, Ronaldo Pereira da Silva, já foi recebida a informação de que 10 novos leitos de UTI adulto estão garantidos para o Hospital Regional de Araranguá. “Agradecemos a sensibilização de nosso governador e do secretário de Saúde do estado por já darem uma resposta positiva e se prontificar em buscar a aquisição de equipamentos para atender ao nosso pedido total de 20 leitos. Também agradeço ao deputado Zé Milton que ajudou a fortalecer este pedido para o extremo-sul junto ao governo estadual”. Ronaldo complementa a busca pelos outros dez leitos. “Vamos aguardar um prazo quanto a segunda parte do pedido, já que pedimos 20. Todos os prefeitos do Vale do Araranguá se mantém mobilizados para que sejam garantidos todos os leitos de UTI solicitados nos ofícios”, pontua.

A Diretoria Executiva da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC) encaminhou ofícios na segunda semana de abril ao governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, e ao secretário estadual de Saúde, Helton de Souza Zeferino,  para solicitar a implantação imediata de 20 leitos de UTI adulto, a fim de garantir mais segurança à população diante da pandemia do coronavírus.

O Hospital Regional de Araranguá está com salas prontas para implantação de novos leitos de UTI, faltando apenas os equipamentos. O pedido de 20 leitos de UTI foi baseado nos estudos que apontam a necessidade de 50 leitos por 200 mil habitantes e que a região está muito abaixo da média nacional, pois a população dos 15 municípios da AMESC segundo previsão do IBGE 2019 é de mais de 202 mil habitantes; além de a região ser considerada a mais carente do Estado e que por mais de 15 anos ficou sem nenhum investimento no Hospital Regional de Araranguá. O hospital possui atualmente 10 leitos.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.