• Segunda-feira, 16 de Maio de 2022
  1. Home
  2. Saúde
  3. SC tem aumento de 14,5% de cidades infestadas por mosquitos da dengue em 2022

Saúde

SC tem aumento de 14,5% de cidades infestadas por mosquitos da dengue em 2022

São 131 municípios com focos do Aedes aegypti, inseto que transmite também chikungunya e zika vírus.

Santa Catarina tem 118 municípios infestados pelo mosquito da dengue em janeiro de 2022. Isso representa um aumento de 14,5% em relação ao mesmo período do ano passado, conforme a Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica).

No entanto, o último boletim mostra que o número de focos do Aedes aegypti  diminuiu. De 2 a 15 de janeiro deste ano, foram identificados 2.282 em 131 municípios. Em 2021, esse número era de 3.081 focos em 113 municípios, o que representa uma diminuição de 25,9%.

Segundo o órgão, a definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

No período em questão foram notificados 394 casos de dengue em Santa Catarina. Desses, cinco foram confirmados, todos pelo critério laboratorial; 75 (19%) foram descartados por apresentarem resultado negativo para dengue; e 314 (80%) estão em investigação pelos municípios. Confira a lista de cidades aqui.

Aumento de notificação de casos

Na comparação com o mesmo período de 2021, quando foram notificados 309 casos, observa-se um aumento de 28%, ao serem informados 394 em 2022.

Em relação aos casos confirmados, até o momento foram confirmados cinco casos no Estado, sendo que no mesmo período em 2021 30 haviam sido confirmados.

Febre de chikungunya

De 2 a 15 de janeiro de 2022, foram notificados seis casos de febre de chikungunya em Santa Catarina. Desses, quatro foram descartados e dois  permanecem em investigação.

Em comparação com o mesmo período de 2021, quando foram notificados 16 casos de febre de chikungunya, observa-se uma redução de 63% na notificação de casos.

Zika vírus

No período de 02 a 15 de janeiro de 2022 foram notificados dois casos de zika vírus em Santa Catarina. Desses, um foi descartado e o outro permanece como suspeito.

Em comparação com o mesmo período de 2021, tem uma diminuição de 33% na notificação de casos em 2022.

Fonte: ND Mais

Lojistas combatem princípio de incêndio em estabelecimento comercial no Centro de Araranguá Próximo

Lojistas combatem princípio de incêndio em estabelecimento comercial no Centro de Araranguá

Quais os empregos que estão em alta para 2022 Anterior

Quais os empregos que estão em alta para 2022

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.