• Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
  1. Home
  2. Uaaau Show
  3. A poesia por trás do maior vilão dos quadrinhos: Coringa

Uaaau Show

A poesia por trás do maior vilão dos quadrinhos: Coringa

A risada histérica a ponto de ser tornar quase um incomodo à quem assiste marca não apenas a cena de abertura de Coringa mas se torna mais memorável a cada gargalhada dada brilhantemente por Joaquin Phoenix, você não conseguir decidir se deve ou não rir junto com o protagonista é o ponto de partida da história reimaginada do super vilão da DC, um dos melhores vilões que os quadrinhos já viram merecia um filme à sua altura. O fato de o longa ter levado o prêmio de melhor filme no aclamado festival de Cannes não foi suficiente para muitos críticos que de alguma forma parecem não ter assistido ao mesmo filme que eu. Fui ao cinema com outras 5 pessoas e todos saímos da sessão completamente desnorteados com o que tínhamos visto, a ponto de ver um grupo de homens secar suas lágrimas do rosto discretamente durante a subida dos créditos. Uma coisa é certa, o filme é pesado, mas nada fora do que já era esperado para um longa sobre a história de um vilão com sérios problemas psicológicos, problemas esses usados aqui para criar maior profundidade no passado do vilão e tentar de alguma forma humaniza-lo. Para muitos, isso foi visto como algo perigoso, afinal poderia soar como uma justificativa para todo o mal que ele é capaz de fazer e causar uma má interpretação para pessoas que poderiam ver isso como um gatilho e incitar a violência. O que, a meu ver, não aconteceu.

  

 

A estética dos anos 70 é outro fator marcante, mais diretamente, a estética de Martin Scorsese, principalmente nos longas Taxi Driver e O Rei da Comédia são facilmente notáveis para quem quer que tenha assistindo aos dois filmes. Mas Coringa não é apenas difícil de assistir por sua violência, que é explícita, mas nem tanto assim. A história se passa na Gotham do início dos anos 80 e mostra a diferença social em que as pessoas vivem, enquanto alguns possuem muito dinheiro o resto da cidade precisa conviver com a violência do dia-a-dia e ratos gigantes espalhados por toda a cidade. Arthur Fleck sonha em ser comediante e trabalha segurando cartazes na frente de lojas vestido como palhaço além de animar crianças em hospitais e cuidar da mãe doente. Mas a violência que sofre nas ruas e a contínua má educação e falta de respeito das pessoas começa a leva-lo à um extremo, da melancolia à perversão. É difícil também porque além de ver esse homem passar por todos esses males cotidianos, ele não é uma pessoa fácil e socialmente considerada normal para os padrões. Joaquin Phoenix dá aqui uma de suas mais brilhantes performances, e se você conhece o trabalho do ator sabe que toda e qualquer performance sua é impecável, então vê-lo ultrapassar todas as expectativas que já eram bem altas para o que o Phoenix seria capaz de fazer com o personagem foi surreal, sua indicação ao Oscar é obrigatória e sua vitória quase inevitável.

É quase inevitável também, assistir ao filme sem notar a poesia por trás de sua trilha sonora. As músicas escolhidas para cada cena do longa compõem não apenas o ritmo do filme, mas nos conduzem pelos sentimentos do protagonista. As mudanças de tons de cada trilha foram metodicamente pensadas para causar a sensação desejada em cada cena, e, como já falei por aqui, a relevância de uma boa trilha sonora junto com uma excelente direção, são capazes de transformar qualquer filme. Foi impossível sair do cinema sem repassar na cabeça trechos do filme marcados pela excelente trilha que nos conduz através dos momentos mais doídos aos mais loucos e perversos de Coringa, cada ritmo, cada nota, cada letra possui uma ligação direta com a ação do personagem, e só não vê poesia nisso quem não quer.

9ª Heimatfest começa nesta quinta-feira com mais de 60 atrações em Forquilhinha Anterior

9ª Heimatfest começa nesta quinta-feira com mais de 60 atrações em Forquilhinha

Colégio Futurão anuncia nova estrutura e abertura de matrículas Próximo

Colégio Futurão anuncia nova estrutura e abertura de matrículas

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.