• Sexta-feira, 23 de Abril de 2021
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Liminar determina que município de Forquilhinha promova licitação do transporte urbano

Imprensa livre

Liminar determina que município de Forquilhinha promova licitação do transporte urbano

A juíza Bruna Luiza Hoffmann, titular da Vara Única da comarca de Forquilhinha, deferiu liminar em ação civil pública para determinar que o município-sede da comarca promova novo procedimento licitatório, na modalidade concorrência, para concessão do serviço de transporte urbano. 

Segundo a petição inicial, há indícios da manutenção irregular dos contratos de concessão do transporte coletivo no município, sem o devido procedimento licitatório, bem como a exploração de linhas de transporte público urbano que não eram objeto da licitação inicial. O processo licitatório e assinatura do contrato entre o município e a empresa de transporte ré ocorreu em 2005, com assinatura de termo aditivo em 2008 e novo aditivo em 2015, este que prorrogou o contrato por mais 18 anos.

A decisão pontua que há indícios de que a prestação do serviço de transporte coletivo municipal ocorre indevidamente, vista a manutenção irregular dos contratos de concessão do transporte, sem o devido procedimento licitatório. "Não há dúvida de que a ausência de licitação inviabiliza a concorrência pública e fere o princípio da isonomia, que garante tratamento igual aos tutelados pelo Estado, inviabilizando a prestação do serviço público adequado, podendo ocasionar prejuízos de ordem econômica e social graves", destaca a magistrada. 

A liminar concedida determina que, no prazo máximo de 180 dias, a contar da intimação da decisão, o município de Forquilhinha realize procedimento licitatório, na modalidade concorrência, com homologação de seu resultado, para concessão do serviço de transporte urbano, com ampla e irrestrita publicidade, abstendo-se de promover nova contratação emergencial ou prorrogação do contrato atual, sob pena de multa em caso de descumprimento da determinação ou do prazo estabelecido. A decisão foi prolatada no último dia 2 de março. Cabe recurso da decisão (Autos nº 5000141- 43.2021.8.24.0166).

Fonte: Assessoria de Comunicação - Forquilhinha

Trotes para a Defesa Civil de Criciúma atrapalham atendimentos Próximo

Trotes para a Defesa Civil de Criciúma atrapalham atendimentos

Hemosc reforça necessidade da doação para repor estoques de sangue Anterior

Hemosc reforça necessidade da doação para repor estoques de sangue

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.