• Sábado, 14 de Dezembro de 2019
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Projeto “Janelas Abertas” leva estudantes do Colégio Unesc ao Uruguai

Imprensa livre

Projeto “Janelas Abertas” leva estudantes do Colégio Unesc ao Uruguai

Viagem passou por pontos históricos e turísticos do país vizinho

O Colégio Unesc segue ofertando oportunidades diferenciadas de aprendizado fora da sala de aula. Desta vez, 23 estudantes do Ensino Médio puderam conhecer a história, cultura, idioma e economia uruguaia de perto. Acompanhados por quatro professores do Colégio, eles passaram uma semana viajando pelas cidades do país vizinho, através do projeto “Janelas Abertas”, desenvolvido pela professora de Língua Espanhola, Marianela Marana Vieyto. Também participaram da viagem 23 alunos do Cedup Abílio Paulo.

Para a estudante do 3º ano do Colégio Unesc, Hellen Aparecida Manenti, a viagem marcou uma oportunidade única de vida. “Aprendi muito mais do que imaginava, pensei que seria algo mais próximo de férias, mas vi que estava errada, pois aprendemos muito sobre o Mercosul, as relações diplomáticas entre os países, a cultura local, linguagem e câmbio, a história do país, entre outras coisas,” relatou.

A arquitetura foi um dos pontos que mais chamou a atenção da aluna. “Visitamos o teatro da capital, Montevidéu, um símbolo de status no século passado, uma construção muito bonita, assim como o Palácio do Estado, sede do governo e que já havíamos visto nas aulas de atualidades, com a professora Wania Ramos”, relembrou Hellen.

O aluno do 2º ano do Ensino Médio, Marco Antônio Dagostim, também acredita que a troca de experiência com o povo uruguaio foi essencial para executar os ensinamentos das aulas de Língua Espanhola, ministradas pela idealizadora do projeto, Marianela Marana Vieyto. “Vimos exatamente o que aprendemos aqui no Colégio Unesc, além de podermos nos comunicar de maneira eficiente com os moradores do país”, afirmou Dagostim, que também pontuou a importância de realizar o câmbio entre o Real e o Peso. “Foi algo que me chamou atenção, pois aí consegui notar a diferença de valores entre os países”, completou o estudante.

Ambos os alunos do Colégio Unesc acreditam que a viagem é essencial para um olhar mais crítico sobre as relações internacionais entre Brasil e Uruguai, além do próprio Mercosul. “Sem essa oportunidade, nunca teríamos a chance de conhecer outra visão de mundo, outro país e outra cultura”, observou Hellen. “Acredito que a viagem foi muito bem planejada, pois sabemos que nem todos os estudantes possuem acesso a oportunidades como esta, que é uma forma totalmente diferente de se aprender, por isso sabemos que o Colégio está sempre buscando o melhor para nos ensinar de maneiras diferentes e fora da sala de aula”, completou Marco Antônio.

Projeto busca oferecer oportunidade única

O roteiro levou os estudantes para diversos pontos turísticos, históricos e culturais do Uruguai. “Passamos pela Praça de Touros, Teatro Solís, Feiras de Antiguidades e Museus, dentre outras coisas”, elencou a professora Marianela Marana Vieyto.

Ela também ressaltou a importância do compartilhamento de experiências com os alunos do Cedup. “Um grupo de 46 alunos composto por dois colégios geograficamente tão próximos e que só faltava um empurrãozinho para estreitar laços de uma amizade duradoura. Colégio Unesc e Cedup em sintonia. É isso que devemos ensinar aos nossos adolescentes: compartilhar”, exclamou.

O projeto “Janelas Abertas” buscou ofertar uma viagem de puro conhecimento, mas com base no respeito e união. “Sem dúvida nada se compara com o registro que ficará nas lembranças do coração e da alma. Gratidão é a palavra que deixo para cada pai e mãe, que permitem que este projeto continue dando seus frutos”, disse a docente.

O projeto janelas Abertas necessitou de autorizações do setor jurídico da Unesc, autorização dos pais e seguro de vida de todos os estudantes. “Tudo para que pudéssemos garantir a segurança dos alunos, além dos quatro professores que acompanharam a viagem”, explicou a coordenadora geral do Colégio Unesc, Marlene Pires.

Ela acredita que a viagem proporcionou vivências diferenciadas para os estudantes. “É uma viagem que proporciona muita experiência, como na questão linguística, de câmbio, mas eles se viraram muito bem, pois vimos eles interagindo com os uruguaios muito bem, utilizando os conhecimentos adquiridos na sala de aula”, relatou Marlene.

A coordenadora geral também aproveitou para agradecer a confiança que os pais dos alunos demonstraram para com o Colégio Unesc. “Houve uma confiança por parte dos pais, em o Colégio estar com os filhos deles fora do país. A viagem foi muito tranquila e os alunos aprenderam muito, pois o roteiro abordou diversos aspectos histórico-culturais. É uma experiência que diz muito para um colégio, pois quando nos organizamos, podemos ir além, uma viagem internacional não é algo comum, que encontramos em qualquer escola, e no Colégio Unesc pudemos proporcionar esta viagem com muita organização e o companheirismo dos alunos e das famílias”, reiterou.

Segundo Marlene, o projeto “Janelas Abertas” será continuado. “Pretendemos continuar, pois deu certo e, mesmo não sendo uma experiência simples de ocorrer, trouxe muito para os nossos estudantes, vale a pena continuar”, pontuou.

Fotos: reprodução

Fonte: Assessoria de Imprensa Unesc | Aicom

Justiça confirma pena para dupla flagrada com mais de 52 quilos de cocaína em Laguna Anterior

Justiça confirma pena para dupla flagrada com mais de 52 quilos de cocaína em Laguna

Passarelas passam por revitalização em Balneário Gaivota Próximo

Passarelas passam por revitalização em Balneário Gaivota

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.