• Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021
  1. Home
  2. Geral
  3. Celesc reforça dicas de economia de energia dentro da campanha nacional

Geral

Celesc reforça dicas de economia de energia dentro da campanha nacional

Medidas simples podem economizar eletricidade e evitar que a escassez hídrica acarrete um aumento excessivo na fatura de luz. Por meio de campanhas periódicas que alertam para o desperdício de energia e incentivam o uso consciente e sustentável, a Celesc investe na orientação da população para a mudança de hábitos diários que impactam no consumo de luz e contribuem para a garantia do fornecimento de energia elétrica do país.

Realizadas anualmente, as campanhas de economia de energia da distribuidora catarinense são reforçadas nas temporadas de verão e inverno, quando o uso de aparelhos domésticos apresenta alto consumo energético. Em 2021, essas iniciativas coincidiram com o que especialistas consideram a pior crise hídrica dos últimos 91 anos.

Desde o fim do ano passado, o volume de chuvas registrado em algumas regiões do país tem ficado abaixo da média histórica para o período, afetando reservatórios de água e, consequentemente, a produção hidrelétrica, exigindo o acionamento do parque termelétrico, o que encarece a produção.

Com a intenção de unir esforços para que todos contribuam com a segurança do fornecimento de energia elétrica nesse momento delicado, o Ministério de Minas e Energia (MME), a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee) e suas associadas, lançaram a campanha nacional “Consumo Consciente Já”, veiculada nos canais oficiais da Celesc, emissoras de rádio, TV e mídias digitais, contendo dicas simples, mas efetivas, para que a população possa contribuir com essa importante causa para todos. Veja mais informações em Consumo Consciente Já, site oficial da ação.

"A Celesc pede o empenho de seus clientes, no enfrentamento dessa escassez hídrica sem precedentes, com uso racional da energia elétrica. Apagar as luzes dos cômodos em que não há pessoas. Evitar abrir e fechar a geladeira de forma excessiva... São pequenas ações que podem colaborar e muito para o país nesse momento”, afirmou o presidente Cleicio Poleto Martins.

O governo federal também anunciou o lançamento do Programa de Redução Voluntária do Consumo, que dará R$ 0,50 de desconto a cada quilowatt-hora (kWh) do volume de energia economizado dentro da meta de 10% a 20%. A comparação será feita com base no somatório do consumo entre setembro e dezembro de 2021, na comparação com a soma das mesmas quatro faturas de 2020. Uma vez feita essa comparação, se houver uma redução no consumo de 10% ou mais, o governo creditará o desconto na conta de janeiro de 2022.

 

Pessoas de baixa renda que aderem à tarifa social também vão poder participar do programa de incentivo à redução voluntária do consumo de energia elétrica. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em cadeia nacional, falou sobre o objetivo do governo. Segundo ele, o governo busca mostrar para o consumidor que a energia está mais cara efetivamente e que adotando a redução do consumo agora, a energia poderá se tornar mais barata no futuro.

Novos hábitos reduzem o consumo

Consideradas de utilidade pública, as campanhas para o uso consciente de energia da Celesc ganharam reforço em épocas do ano em que o consumo de energia é elevado em Santa Catarina.

Com o mote “Nesse inverno, não se meta numa fria”, em 2021, a campanha de inverno da Celesc incluiu uma cartilha digital didática, que foi veiculada nos canais digitais e redes sociais da empresa, contendo dicas de economia de luz e orientações sobre a os aparelhos que gastam mais energia durante o frio, como aquecedores, chuveiro e torneiras quentes e secadoras de roupas.

Na última ação destinada à temporada de verão, o vídeo da campanha de conscientização para o consumo de energia foi estrelado por três técnicos e empregados da Celesc, irmãos e filhos de empregados aposentados da empresa, que compartilharam dicas simples na hora de ajustar e de monitorar equipamentos elétricos e eletrodomésticos. O consumidor recebeu também orientações sobre consumo, a partir de um simulador disponível no site da empresa.

Fonte: Centrais Elétricas de Santa Catarina - Celesc 

Prefeitura de Maracajá inicia revisão do Plano Diretor Participativo Próximo

Prefeitura de Maracajá inicia revisão do Plano Diretor Participativo

Ermo ganha programação especial da TV Sul em seu aniversário de 28 anos de emancipação política Anterior

Ermo ganha programação especial da TV Sul em seu aniversário de 28 anos de emancipação política

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.