• Sexta-feira, 17 de Setembro de 2021
  1. Home
  2. Geral
  3. Homem atira 17 vezes e é morto por policiais em SC

Geral

Homem atira 17 vezes e é morto por policiais em SC

Antônio Valdir Padilha, de 46 anos, estava embrigado e bastante agressivo, segundo a polícia. Ele teria ameaçado a família e atirado muitas vezes em casa.

Um homem foi morto a tiros após entrar em confronto com policiais militares na noite de domingo (25), em Campos Novos, no Meio-Oeste de Santa Catarina.  O caso é investigado pela 26ª Delegacia da Polícia Civil.

Antônio Valdir Padilha, de 46 anos, teria atirado 17 vezes, a maioria delas contra os policiais que foram chamados por vizinhos através de um grupo de WhatsApp e via a CRE 190 (Central Regional de Emergências). 

O capitão Marcelo Correa Macedo, responsável pela 3ª Cia da PM (Polícia Militar), explicou que Antônio Padilha estava embrigado e muito agressivo, além disso, estaria ameaçando a própria família com a arma de fogo. O caso aconteceu por volta das 21h no loteamento Santa Edwiges.

“Os policiais não sabiam exatamente onde era a casa, mas quando se aproximaram do local foram recebidos a tiros. Eles pararam a viatura e se abrigaram atrás de um poste na rua para tentar identificar de onde estavam vindos os disparos”, detalhou Macedo.

As fagulhas dos disparos em meio a escuridão ajudaram os dois militares a identificar que ele atirava pela porta e se abrigava na cozinha da casa. “Os policiais conversaram com ele por muitos minutos, mas não foram atendidos. Então eles revidaram os tiros. Um dos disparos atingiu o braço do agressor e o outro o abdômen”, explicou o capitão. 

O Corpo de Bombeiros Militar e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) socorreram e o levaram ao Hospital José Athanázio, em Campos Novos, onde foi confirmada a morte. Os familiares dele não se feriram. 

Na casa, os agentes encontraram uma pistola G2C, calibre 9 milímetros, e três carregadores da arma.  Segundo a perícia foram encontrados 17 cartuchos deflagrados e três projeteis intactos. A arma é considerada de alto alcance e precisão eficiente.

Os quatro policiais envolvidos na ocorrência não se machucaram. Eles ficaram abrigados a cerca de 40 metros da casa onde estava o agressor. “Eles fizeram tudo conforme o procedimento manda, deram uma aula de como atender uma ocorrência como essa. Claro, que, que não ficamos felizes com uma morte”, finalizou. Segundo Macedo, o homem não conhecido no setor policia.

O homem não era conhecido no meio policial. O IGP (Instituto Geral de Perícias) e a PC (Polícia Civil) investigam a ocorrência. Imagens de câmeras de monitoramento devem ajudar na apuração do fato pela 26ª DP de Campos Novos. A Corregedoria da Polícia Militar irá abrir Inquérito para apurar os fatos.

Fonte: ND Mais

Dois acidentes seguidos em SC deixam mulher ferida após ser arremessada Próximo

Dois acidentes seguidos em SC deixam mulher ferida após ser arremessada

Governo amplia lista de produtos médicos cuja exportação é proibida Anterior

Governo amplia lista de produtos médicos cuja exportação é proibida

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.